Colegio, enem, Home

Eniac
Por Eniac em Feb 3, 2023 12:00:00 AM | 10 min de leitura

O ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) é  uma das principais avaliações do ensino médio no país, é aplicada para estudantes do ensino médio do país e também para estudantes que concluíram o ensino médio e desejam ingressar em instituições de ensino superior. 

Além disso, o ENEM é uma ferramenta de avaliação educacional importante, pois permite aos estudantes comprovar seus conhecimentos e habilidades, e também serve como base para o acesso à educação superior e programas de bolsas de estudo no país.

Inscreva-se


A prova abrange as áreas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Matemática, Ciências Humanas e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Redação, e é composta por questões objetivas e uma redação.

A redação do ENEM é uma das partes mais importantes do exame, pois é utilizada como uma forma de avaliar a capacidade dos estudantes de se expressarem de forma clara e coerente, além de sua capacidade de argumentação.

Como é a redação do Enem

A redação do ENEM geralmente consiste em uma dissertação argumentativa sobre um tema geral escolhido pela organização do exame. Os estudantes são solicitados a escrever uma redação de até 30 linhas, onde devem apresentar uma introdução, desenvolvimento e conclusão, mostrando seu ponto de vista e argumentando de forma coerente, utilizando exemplos e dados para sustentar sua posição.

Essa parte da prova é avaliada de acordo com critérios como coesão, coerência, domínio da norma culta da língua portuguesa, domínio da estrutura da dissertação argumentativa, entre outros. É importante que o estudante mostre habilidade para se expressar de forma clara e coerente, evitando erros gramaticais e ortográficos.

Estrutura da redação do Enem

Introdução

A introdução é a primeira parte da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e é crucial para chamar a atenção dos avaliadores e motivá-los a continuar lendo o texto. Nela, o estudante deve apresentar o tema e seu ponto de vista sobre ele, além de apresentar a tese, ou seja, a ideia principal que será desenvolvida no texto.

A introdução deve ser curta e objetiva, e deve conter a seguinte estrutura:

  1. Apresentação do tema: o estudante deve apresentar o tema proposto pela organização do exame, contextualizando-o e mostrando sua relevância.
  2. Apresentação do ponto de vista: o estudante deve apresentar sua opinião sobre o tema e mostrar como ela será desenvolvida no texto.
  3. Apresentação da tese: o estudante deve apresentar a tese, ou seja, a ideia principal que será desenvolvida no texto.


Desenvolvimento

É importante que o estudante organize o desenvolvimento de forma coerente, evitando saltos de ideias e apresentando as ideias de forma lógica. Ele pode usar diferentes tipos de argumentação, como a lógica, a autoridade, a experiência, a anedota, entre outros.

O desenvolvimento deve ser coerente com a tese apresentada na introdução e deve conter a seguinte estrutura:

  1. Argumentos: o estudante deve apresentar argumentos que sustentem sua tese, mostrando como ela é verdadeira e relevante.
  2. Exemplos: o estudante deve utilizar exemplos para ilustrar seus argumentos e torná-los mais compreensíveis.
  3. Contra-argumentos: o estudante deve apresentar possíveis contra-argumentos e refutá-los, mostrando que sua tese é mais forte e fundamentada.
  4. Conectores: o estudante deve utilizar conectores para ligar as ideias e tornar o desenvolvimento mais coerente.

É recomendável que o desenvolvimento não ultrapasse 15 linhas.

Conclusão

Na conclusão, o estudante deve mostrar que compreendeu o tema e que é capaz de sintetizar as principais ideias do texto. Ele deve retomar a tese apresentada na introdução e mostrar como ela foi desenvolvida e comprovada ao longo do texto. Além disso, o estudante deve apresentar sua opinião final sobre o tema, mostrando como ele é relevante e o que pode ser feito para melhorá-lo.

A conclusão deve conter a seguinte estrutura:

  1. Retomada da tese: o estudante deve retomar a tese apresentada na introdução e mostrar como ela foi desenvolvida e comprovada ao longo do texto.
  2. Síntese das ideias: o estudante deve sintetizar as principais ideias do texto e mostrar como elas estão relacionadas entre si.
  3. Opinião final: o estudante deve apresentar sua opinião final sobre o tema, mostrando como ele é relevante e o que pode ser feito para melhorá-lo.
  4. Finalização: o estudante deve finalizar o texto de forma adequada, sem apresentar ideias novas e sem deixar questões sem resposta.

9 dicas para uma boa redação do Enem

Compreenda bem o tema proposto

Quando se compreende o tema, é possível desenvolver uma tese clara e coerente, além de saber quais argumentos e exemplos usar para sustentá-la.

Ao ter entendido o assunto principal, o estudante consegue identificar as palavras-chave e as ideias principais que devem ser abordadas no texto. Isso ajuda a definir uma tese clara e coerente, e a estruturar os argumentos e exemplos que serão usados para sustentá-la.

Além disso, essa habilidade permite reconhecer as perspectivas e opiniões que podem ser abordadas no texto e ajuda a desenvolver uma opinião própria e coerente sobre o tema.

Associado a isso, o estudante identifica as possíveis implicações sociais e políticas do tema, o que pode ser útil para desenvolver uma conclusão mais completa e coerente.

Brainstorm

Brainstorm é uma técnica criativa de geração de ideias, que consiste em reunir o máximo possível de ideias sobre um determinado tema, sem se preocupar com a ordem ou a qualidade das ideias, essa técnica é muito utilizada na redação do ENEM e em outros tipos de escrita.

A ideia principal do brainstorm é gerar um grande número de palavras de forma rápida e sem julgamentos, para que depois se possa escolher as melhores e mais adequadas para o texto.

Na redação do ENEM, o brainstorm pode ser usado para gerar conceitos sobre o tema proposto, pensar em exemplos que ilustrem as ideias, encontrar argumentos para sustentar as ideias e encontrar formas de fazer a ligação entre as ideias.

Existem várias técnicas de brainstorm, mas a mais comum é a técnica de "tempestade de ideias", onde os participantes são estimulados a expressar suas ideias sem se preocupar com a ordem ou qualidade das ideias, e também não se tem julgamentos ou críticas sobre as ideias geradas.

Faça um bom planejamento

O planejamento ajuda a identificar qual será a tese, ou seja, o ponto de vista que o estudante vai defender no texto. Ele também permite identificar os argumentos e exemplos que serão usados para sustentar a tese.

Além disso, esquematizar o texto auxilia na estruturação do texto e seus complementos, ou seja, qual será a introdução, desenvolvimento e conclusão. Isso garante que o texto tenha uma boa estrutura e que cada parte tenha uma função específica.

Planejar o texto colabora com a identificação das palavras-chave e as ideias principais do tema, o que é importante para desenvolver uma tese clara e coerente. ele permite identificar as perspectivas e opiniões que podem ser abordadas no texto, o que ajuda a desenvolver uma opinião própria e coerente sobre o tema.

Em resumo, fazer um planejamento ajuda a garantir que a redação tenha uma boa estrutura, que a tese seja clara e coerente, e que os argumentos e exemplos sejam bem desenvolvidos.

Use uma boa estrutura

Uma estrutura bem definida ajuda a garantir que a introdução, desenvolvimento e conclusão tenham uma função específica e estejam coerentes entre si. Isso garante que o texto seja fácil de seguir e de entender.

Na introdução, é importante apresentar a tese e o ponto de vista do autor de forma clara. No desenvolvimento, os argumentos e exemplos usados para sustentar a tese devem ser bem desenvolvidos e fundamentados. E na conclusão, é importante resumir as principais ideias do texto e retomar a tese, além de apresentar uma opinião final sobre o tema.

Uma boa estruturação do texto evita que o autor se perca no decorrer da escrita e com isso, possa deixar de escrever sobre algum ponto importante.

Logo, fazer uma boa estrutura para a redação do ENEM é fundamental para garantir que o texto seja coerente e organizado, que a introdução, desenvolvimento e conclusão tenham uma função específica e estejam coerentes entre si, e que o texto seja fácil de seguir e de entender.

Leia sobre atualidades

Quando se está atualizado sobre as notícias mundiais, o estudante fica mais antenado e preenche a sua bagagem conceitual e conhecimento sobre fatos e informações. Essas notícias colaboram para a curiosidade do aluno e o instiga a pesquisar sobre conceitos antes desconhecidos.

Estar atento a notícias e artigos de jornais e revistas também ajuda a aumentar o vocabulário e a melhorar a escrita, o que é importante para obter uma boa nota na prova de redação.

Ler sobre atualidades pode ajudar muito na redação do ENEM pois amplia o conhecimento sobre diversos temas e assuntos, ajuda a desenvolver habilidades de interpretação e análise de textos, melhora a escrita e aumenta o vocabulário. Além disso, ajuda a estar sempre atualizado sobre os acontecimentos do mundo e a conhecer as opiniões de diferentes autores, o que é importante para desenvolver uma opinião própria e coerente sobre o tema.

Utilize uma boa ortografia e gramática

Uma boa escrita garante que o texto seja fácil de ler e entender, e que as ideias sejam transmitidas de forma clara e coerente. Isso é importante para garantir que o texto tenha uma boa qualidade e para evitar que o leitor se perca no decorrer da leitura.

Ademais, uma boa ortografia e gramática ajuda a evitar erros de escrita, como erros de concordância, de regência, de acentuação e de ortografia, o que garante uma boa qualidade no texto. Dessa forma, a produção fica coesa e coerente, ou seja, que as ideias estejam relacionadas entre si e que o texto seja fácil de seguir e de entender.

Esse fator é importante para obter uma boa nota na prova de redação do ENEM, pois é um dos critérios de avaliação utilizados pelos examinadores. Eles são bem criteriosos e exigem do participante um grande domínio da norma culta da língua portuguesa.


Seja coerente e coeso

Coerência significa que as ideias estão relacionadas entre si e que o texto segue uma linha de raciocínio lógica. Isso garante que o texto seja fácil de seguir e de entender, e que as ideias sejam transmitidas de forma clara e coerente.

Coesão significa que as palavras e frases estão relacionadas entre si e que o texto é fácil de ler e entender. Isso garante que o texto seja coeso, ou seja, que as ideias estejam relacionadas entre si e que o texto seja fácil de seguir e de entender.

Além disso, tendo esses critérios bem definidos do texto auxiliam a evitar a ambiguidade e a confusão no texto, o que é importante para garantir que o texto seja fácil de ler e compreender.

Ser coerente e coeso também é um fator importante para obter uma boa nota na prova de redação do ENEM, pois é um dos critérios de avaliação utilizados pelos examinadores.

Use conectivos

Os conectivos são palavras ou expressões usadas para relacionar ideias, como: "porque", "então", "portanto", "no entanto", "além disso" etc. Eles ajudam a estabelecer relações lógicas entre as ideias e a tornar o texto mais coerente e coeso. Também colaboram em mostrar a ligação entre as ideias e a tornar o texto mais organizado, facilitando a compreensão do leitor.

Os conectivos são ferramentas valiosas na construção de textos coerentes e coesos, eles estabelecem relações lógicas entre as ideias, tornam o texto mais organizado e fácil de seguir, e evitam ambiguidade e confusão no texto, tudo isso colabora para a compreensão do leitor.

Revisar é importante

Revisar o texto é uma forma de identificar erros ortográficos, gramaticais, de concordância e de pontuação, e corrigi-los antes de entregar o texto.

A revisão também permite que você verifique se o texto está coerente e coeso, se as ideias estão relacionadas entre si e se o texto é fácil de seguir e de entender. Além disso, revisar o texto permite que você verifique se as palavras e frases estão bem escolhidas e se o texto está de acordo com o tema proposto.

Quando se revisa o texto, o participante é capaz  identificar se tudo está dentro do limite de linhas e de palavras, se está dentro do tempo estipulado e se o texto está dentro das normas de formatação.

Em resumo, revisar o texto é uma etapa fundamental para garantir que a redação do ENEM seja de qualidade, pois permite que os erros sejam corrigidos, que o texto seja coerente e coeso, que as ideias estejam relacionadas entre si e que o texto esteja de acordo com o tema proposto e com as normas de formatação.

Veja também:

Colegio enem Home

CONTEÚDOS RELACIONADOS

Como se tornar autodidata: dicas, objetivos e mais!

Na era da informação em que vivemos, o autodidatismo emerge como uma ferramenta libertadora, permitindo-nos transcender ...
6 min de leitura

Curso de Administração: duração, grade curricular e mais!

Em meio a um mundo empresarial que se reinventa a cada dia, o curso de Administração emerge como um farol, orientando ...
6 min de leitura

Prescrição eletrônica na farmácia: eficiência e segurança!

Na era digital, a saúde vem experimentando transformações notáveis, e uma das mais impactantes é a implementação da ...
7 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Colegio Ver mais conteúdossobre enem Ver mais conteúdossobre Home