Biomedicina, Home

Eniac
Por Eniac em Feb 4, 2023 12:00:00 AM | 5 min de leitura

A biomedicina é um campo interdisciplinar que combina princípios da biologia, medicina e engenharia para desenvolver novas terapias e tratamentos para doenças humanas. Isso inclui a pesquisa básica e clínica, a descoberta de novos medicamentos, a terapia gênica e celular, e o desenvolvimento de dispositivos médicos e tecnologias. A biomedicina também se concentra na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças, bem como na promoção da saúde.

É uma área ampla que abrange muitos subcampos diferentes. A biologia molecular e celular, que estuda os mecanismos básicos da vida e como as células funcionam; a genética, que se concentra nos genes e nas variações genéticas que podem levar a doenças; e a bioquímica, que estuda os processos químicos que ocorrem dentro do corpo.

Além de desenvolver novos tratamentos e curas, a biomedicina também se concentra na prevenção de doenças. Isso pode incluir a promoção de estilos de vida saudáveis, como uma dieta equilibrada e exercício regular, bem como a vacinação e outras medidas de prevenção.

Mercado de trabalho para o biomédico

O mercado de trabalho para biomédicos no Brasil é bastante amplo e oferece várias oportunidades em diferentes áreas. Hoje em dia, as áreas voltadas à estética dessa especialidade estão em alta. A procura pela simetria levou as pessoas a buscarem mais biomédicos.

De acordo com dados do Ministério do Trabalho, o mercado de trabalho para biomédicos no Brasil tem crescido nos últimos anos, mas a pandemia de COVID-19 afetou significativamente o mercado de trabalho, como é o caso de todos os setores. 

No entanto, devido à necessidade constante de melhorias na saúde pública e novos avanços na medicina, é esperado que o mercado de trabalho para biomédicos continue crescendo no futuro. Ademais, com o aumento da população idosa, a demanda por profissionais que possam lidar com doenças relacionadas à idade também está aumentando.

Áreas de atuação

Biologia molecular

Alguns profissionais seguem a área da biologia molecular, que é ligada à genética. O ponto principal dessa vertente é estudar os materiais genéticos e os elementos celulares. Logo, ele pode utilizar técnicas de biologia molecular, como PCR, clonagem, sequenciamento de DNA, expressão gênica e técnicas de proteômica para estudar os mecanismos básicos da vida e como as células funcionam.

Através desse estudo ele também tem a capacidade de identificar e caracterizar novos genes e proteínas relacionadas a doenças específicas, como câncer e doenças genéticas. Com essas informações, o biomédico pode desenvolver e validar novos testes diagnósticos baseados em técnicas de biologia molecular, como testes para detecção de mutações genéticas.

Reprodução humana

Muitas pessoas têm problemas para gerar filhos. O profissional de biomedicina pode auxiliar essa parte da população realizando exames de diagnósticos para avaliar a fertilidade, como análise de espermograma, ultrassonografias e testes hormonais. Também podem atuar participando na assistência de procedimentos de reprodução assistida, como fertilização in vitro, transferência de embriões e inseminação artificial. 

Ele é apto para identificar e tratar problemas de infertilidade, como distúrbios ovulatórios e anormalidades genéticas.Além disso, pode realizar procedimentos de biologia reprodutiva, como a coleta de oócitos e embriões. Ademais, ele auxilia a pessoa com o órgão genital feminino prescrevendo e ministrando tratamentos hormonais para ajudar na ovulação e na gravidez.

Gestão em saúde

Como a maioria dos profissionais da área da saúde, o biomédico pode gerenciar e planejar programas de saúde, incluindo programas de prevenção e controle de doenças. Ele pode trabalhar em unidades básicas de saúde, hospitais ou clínicas participando da gestão desses locais. 

Nesse cargo, é importante saber lidar com as pessoas, entender tanto a equipe profissional supervisionar equipes de saúde, que inclui médicos, enfermeiros e outros profissionais, quanto os pacientes que chegam nessas localidades. 

Banco de sangue

Na coleta de sangue, o biomédico pode fazer a coleta em si, tomando todos os cuidados para realizar as técnicas corretas. Realizar testes para detectar doenças infecciosas, como HIV, hepatite e sífilis, antes de liberar o sangue para uso, e também garantir a qualidade e segurança do sangue e dos componentes sanguíneos, seguindo as normas e regulamentos estabelecidos.

Ele pode ter o seu próprio laboratório ou coordenar o banco de sangue, tomando de conta das análises de sangue e auxiliar na logística de transporte e distribuição. Nesses locais ele tem a capacidade de coordenar e supervisionar equipes de saúde, incluindo técnicos e assistentes.

Qual o perfil do biomédico

O perfil do biomédico é geralmente caracterizado por algumas habilidades e atributos, tais como:

  • Conhecimentos sólidos em biologia, química, fisiologia e outras ciências básicas.
  • Habilidade para trabalhar com precisão e atenção aos detalhes, pois muitas vezes precisam realizar análises laboratoriais e testes diagnósticos.
  • Capacidade de lidar com situações de estresse e pressão, pois muitas vezes precisam tomar decisões importantes e lidar com situações de emergência.
  • Ser funcional e trabalhar em equipe e colaborar com outros profissionais da saúde, como médicos, enfermeiros e outros biomédicos.
  • Saber se comunicar eficazmente, tanto oralmente quanto por escrito, pois muitas vezes precisam explicar resultados de testes e tratamentos para pacientes e outros profissionais da saúde.
  • Aptidão para pensar de forma crítica e analítica, pois muitas vezes precisam resolver problemas complexos e tomar decisões baseadas em dados científicos.

Como funciona o curso de Biomedicina

Os cursos de biomedicina geralmente incluem uma combinação de aulas teóricas e práticas. As aulas teóricas incluem disciplinas como biologia molecular e celular, genética, bioquímica, fisiologia, anatomia, imunologia, farmacologia e epidemiologia. Além disso, os estudantes também geralmente tomam cursos de ciências básicas, como matemática, física e química.

As aulas práticas incluem laboratórios, estágios e visitas a clínicas e hospitais, onde os estudantes podem aplicar os conhecimentos adquiridos em aulas teóricas e ter experiências práticas. Alguns cursos de biomedicina também podem incluir estágios em empresas farmacêuticas ou empresas de tecnologia médica.

Além das aulas, os estudantes de biomedicina também geralmente são incentivados a participar de pesquisas científicas e de projetos de iniciação científica, o que lhes permite aplicar seus conhecimentos em projetos reais e desenvolver suas habilidades de investigação.

Veja também:



Biomedicina Home

CONTEÚDOS RELACIONADOS

Feirão do Emprego no Eniac: Conectando Talentos com Oportunidades

No último dia 21 de fevereiro, o Centro Universitário Eniac foi palco de um evento extraordinário que marcou a jornada ...
2 min de leitura

Salário do Engenheiro Ambiental no Brasil

Em tempos de crescente conscientização sobre a importância da preservação ambiental, a engenharia ambiental emerge não ...
6 min de leitura

Salário de assistente social: entenda os valores

Em um mundo onde as desigualdades sociais ainda são desafiantes, a carreira de assistente social surge como uma vocação ...
6 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Biomedicina Ver mais conteúdossobre Home